quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!





Vídeo do quadro da Imagem de Jesus Misericordioso com destaque no brilho dos raios que partem do seu coração, que pode ter sido causado pela luminosidade de um vitral próximo ao quadro. 
Entretanto no momento desse vídeo ás 17:15 horas o Sol já estava do lado oposto do onde se encontra o quadro, que fica á direita do espaço onde se encontra o Sarcófago que abriga os restos mortais do Servo de Deus Ângelo Angioni (Igreja Matriz São João Batista-José Bonifácio-SP) 
De qualquer forma no momento que fiz esse vídeo, não me atentei de onde vinha a luminosidade que causou esse lindo reflexo sobre os raios que parte dessa Imagem Sagrada e cultuada por nós católicos, apenas vi o brilho e filmei.

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!




No dia 22 de fevereiro de 1931, Santa Faustina, a apóstola da Misericórdia, teve a primeira visão de Jesus Misericordioso e a ordem para pintar a Imagem.
.
“À noite, quando me encontrava na minha cela, vi Nosso Senhor vestido de branco. Uma das mãos erguida para abençoar, enquanto a outra tocava-Lhe a túnica sobre o peito. Da túnica entreaberta sobre o peito saíam dois grandes raios, um vermelho e o outro pálido. Em silêncio, eu contemplava o Senhor. A minha alma estava cheia de temor, mas também de grande alegria. Logo depois, Jesus me disse: Pinta uma Imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: 
Jesus, eu confio em Vós. Desejo que essa Imagem seja venerada primeiramente na vossa capela e depois no mundo inteiro.” (Diário, 47).
“Quero que essa Imagem (…) seja abençoada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia” (Diário, 49).


terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

"Eu tenho um amigo que me ama"



"Eu tenho um amigo que me ama" - Igreja de São Pedro do Mar, Quarteira.
11 de Outubro de 2015, Eucaristia das 10.00 H.
Apresentação dos meninos do 1.º ano de catequese.

sábado, 20 de janeiro de 2018

São Sebastião, História, Vida e Milagres


São Sebastião é um dos santos mais famosos entre o povo brasileiro. Por causa de sua poderosa intercessão e incontáveis milagres obtidos, ele se tornou padroeiro de muitas cidades e outras tantas cidades e bairros por todo o Brasil receberam o nome de São Sebastião.
A fortaleza para superar os diferentes tipos de dificuldades e situações foi um traço que marcou a vida de São Sebastião e ele anima a ter o mesmo espírito de confiança total em Deus e audácia cristã para fazer da vida uma caminhada segura rumo à felicidade.

História da vida de São Sebastião.
São Sebastião (256-288) nasceu na França e logo foi com os pais para Milão, na Itália. Nas terrras italianas cresceu na fé cristã e ficou famoso como valente soldado e depois capitão da guarda do imperador Romano. Os cristãos eram perseguidos na época e muitos foram presos e martirizados, porém as pessoas não sabiam que São Sebastião era cristão e assim ele conseguiu ajudar muitas pessoas presas por seguirem o Cristianismo, diminuindo as penas, dando alimento e animando a perseverarem na fé em Cristo, mesmo que isso implicasse o martírio.
.
Outro feito que conseguiu foi a conversão de vários prisioneiros para o Cristianismo, junto com a realização de milagres, como a cura de uma mulher surda. Quando descobriram que Sebastião era cristão ele foi atado a uma árvore, recebeu flechadas e foi abandonado. Contudo, ele sobreviveu às flechas e Santa Irene cuidou dele até que ficasse curado.
.
Após recobrar a saúde, São Sebastião retornou as suas atividades apostólicas e foi preso novamente pregando o Cristianismo. Desta vez, o imperador ordenou o seu martírio definitivo e se assegurou que ele de fato havia morrido.
.
São Sebastião é um exemplo de coragem ante os obstáculos da vida e fidelidade mesmo diante das contrariedades e perseguições. É interessante notar o seu empenho em fazer o bem ocultamente, aproveitando todas as circunstâncias para semear alegria, consolo e ânimo para as pessoas próximas, mesmo sabendo que quando fosse descoberto poderia ter complicações. São Sebastião também pode ser reconhecido por sua prontidão em fazer a Vontade de Deus e enorme espírito de serviço, pois após recobrar a saúde ele se volta para os outros e quer continuar fazendo o bem, sem achar que já fez muito na vida e que agora precisa repousar.
.
São Sebastião vivencia as palavras da Bíblia: Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, avanço para as que estão diante de mim (Filipenses 3:13).
.
E por fim, pode se ver o otimismo de São Sebastião que concentra seu olhar na realidade, identifica as oportunidades de fazer o melhor e prossegue para fazer aquilo que outros achariam impossível.
.
Milagres de São Sebastião
.
Além de ser um fervoroso cristão e alguém que irradiava ânimo para viver e lutar, mesmo durante a vida São Sebastião realizou muitos milagres, principalmente entre os doentes, e depois quando foi para o Céu intercedeu por mais milagres ainda.
.
Milagres de São Sebastião: cura de doenças
.
Enquanto funcionário do exército romano, São Sebaistião curou pessoas cegas, surdas e com outras doenças.
.
Vários outros milagres foram realizados quando a peste atingiu cidades da Europa na Idade Média. Depois de ser invocada a intercessão do santo cidades inteiras foram curadas da peste que havia matado milhares de pessoas. Diversos locais e cidades ficaram protegidos contra a peste, mesmo estando próximo de cidades infectadas.
.
Milagres de São Sebastião e os soldados
.
Há também batalhas que foram vencidas por militares que recorreram a São Sebastião para alcançar a vitória contra os inimigos.
.
Além disso, muitos soldados que pediram com fé a graça da cura após ferimentos em combates e guerras, alcançaram essas bençãos.
.
Milagres de São Sebastião e os atletas
.
São Sebastião também recebeu após alguns séculos o título de Campeão de Cristo (no latim Athleta Christi) e foi com frequência invocado pelos atletas para obterem graças especiais.
.
Em todo o mundo atletas e praticantes de esportes que recorreram e alcançaram curas de lesões e venceram competições com a ajuda do santo. Muitos esportistas brasileiros são devotos de São Sebastião e atribuem a ele os sucessos de sua vida.
Devoção a São Sebastião
.
A devoção a São Sebastião é enorme por todo o mundo e tem um fervor especial no Brasil. A Festa de São Sebastião é comemorada dia 20 de Janeiro e dezenas de cidades brasileiras organizam eventos manifestando também a devoção ao santo que opera milagres de acordo com a Vontade de Deus para os devotos que pedem com confiança.
.
Pela história de vida corajosa e perseverante, juntamente com os inúmeros milagres alcançados por pessoas que rogaram ao santo é natural entender porque milhares de pessoas rezam continuamente a São Sebastião e procuram de alguma forma manifestar sua união a tão poderoso mediador de graças.
.
Medalha de São Sebastião é a forma mais tradicional de manifestar a devoção ao santo, que é representado como um homem com algumas flechas e preso a uma árvore.


Segue a oração de São Sebastião:

Glorioso mártir São Sebastião,
soldado de Cristo e exemplo de cristão,
hoje vimos pedir a vossa intercessão
junto ao trono do Senhor Jesus,
nosso Salvador, por Quem destes a vida.
Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim,
pedi a Jesus por nós para que sejamos
testemunhas do amor de Deus.
Vós que esperastes com firmeza
nas palavras de Jesus, pedi-Lhe por nós,
para que aumente a nossa esperança na ressurreição.
Vós que vivestes a caridade para com os irmãos,
pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos.
Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste,
a fome e a guerra; defendei as nossas plantações
e os nossos rebanhos, que são dons de Deus para o nosso bem
e para o bem de todos.
E defendei-nos do pecado,que é o maior de todos os males.
Assim seja.


O Arcebispo Fulton Sheen e a Virgem Maria





sábado, 16 de dezembro de 2017

SARAREI O BRASIL- NICOLE SALT



Mas, se ergues da justiça a clava forte
Verás que um filho teu não foge à luta
Nem teme, quem te adora Senhor ,
Pai ouve a nossa oração o nosso clamor
Somos a geração de São João Paulo II
Jovens de todo o Brasil não tenhais medo de lutar mas não lutar com armas mas com Fé, Paz e Amor
Nossa vida" no teu seio "mais amores"
Nós precisamos mudar o Brasil
Nós podemos mudar o Brasil
De um povo heroico o brado retumbante
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos
Brilhou no céu da pátria nesse instante
.
"Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,"
São Lucas, 1, 46-47
.
Participação especial Grupo de Jovens Jurac de Taubaté - SP
Vídeo: Pedro Hummel
Edição: Pedro Hummel
Make: Júlia de Oliveira
Banda
Vocal: Nicole Salt
Teclado : Fábio Roniel
Cajion: Rogério de Prince
Violão: Jocimar Sant’Oli
Violão: Gustavo Machado
Captação de áudio: Prince Estúdio (Rogério de Prince), Marquinhos (Banda Vilage), José Luiz
Agradecimentos: Hotel Água Viva de Cachoeira Paulista
A cada um que deu o SIM a esta estratégia de Deus
A cada um que rezou por este momento.
O Avivamento pode passar na sua vida e você correr o risco de não perceber ou agir pelo impulso do Espírito.

Minhas redes sociais
Instagram: @nicolesalt_
Facebook: facebook.com/NicoleSaltOficial

BÊNÇÃO DAS CASAS.


Preparar uma mesa com a Palavra de Deus , uma vela acesa e reunir a família ao redor.
.
COMENTARISTA: Nossa família se reúne para pedirmos a bênção de Deus sobre nossa casa. 
Que Ele abençoe nossa casa, os bens que aqui se encontram, mas de modo especial àqueles que aqui residem. 
Queremos dirigir nossa oração a Cristo que se dignou nascer da Virgem Maria e habitar entre nós, para que também se digna entrar sob este teto e abençoar com Sua presença está casa.
.
SINAL DA CRUZ; EM nome do Pai , do Filho e do Espírito Santo. Amém.
.
COMENTARISTA: Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai, e a comunhão com o Espírito Santo estejam conosco.
.
TODOS:Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.
.
Liturgia da Palavra : Lc 10,5-9
5 Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa!
6 Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós.
7 Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa.
8 Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir.
9 Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo.
.
Palavra da Salvação.
Fazer uma breve partilha
.
Oração : Ó Deus, criador e misericordioso, nós vos pedimos que abençoe está casa. 
Que as bênçãos sejam fecundas sobre seus moradores, sobre seus bens e sobre todos que entrarem nesta casa. 
Que neste local não haja discórdia, egoísmo, falsidade. Mas reine o amor, o entendimento, a justiça e a paz. 
Seja este local acolhedor, cheio de esperança e vida nova a cada dia. 
Daí aos que habitarem o pão de cada dia e a saúde para o trabalho. Por Cristo nosso Senhor. Amém.

REZAR :Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

No final aspergir na casa a água benta.

Fonte: Amiga Facebook: Sherb Fernandes 

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

THAYNÁ AZEVEDO // COLO DE DEUS // GERAÇÃO 16 // ADORAÇÃO



Esse vídeo é um trecho da pregação de Thayná Azevedo da comunidade Católica Kairós no Geração atômica 2016, no vídeo você pode ver o momento da adoração com a participação da comunidade Colo de Deus cantando a música "Se ninguém te adorar eu vou". Pregação completa: https://www.youtube.com/watch?v=vnk8tCXO7ww Face da Thayná: https://www.facebook.com/thayna.azevedo.96?pnref=story Página da Colo de Deus:https://www.facebook.com/colodedeus/ Teu fogo é força que consome Que incomoda o meu coração Teu fogo é tudo que eu preciso Não vou perder, não posso perder Tua verdade me desvenda E arranca tudo que é mau, em mim Tua glória é tudo que eu preciso Não vou perder, não posso perder Se ninguém te adorar, eu vou O meu coração Você roubou Não vou mais viver das minhas mentiras Não vou perder, não posso perder Se ninguém te adorar, eu vou O meu coração Você roubou Não vou mais viver das minhas mentiras Não vou perder, não posso perder Vou erguer um altar de adoração a Ti Vou erguer um altar de adoração aqui Até que a minha mão se una a Tua mão E o meu coração seja um com o Teu Não há nada que eu queira mais Não há nada que eu seja mais Eu sou Teu Até que a minha mão se una a Tua mão E o meu coração seja um com o Teu


domingo, 26 de novembro de 2017

MÃE MARIA- JESUS CRISTO NOSSO SENHOR REI DO UNIVERSO, A FESTA DO CRISTO REI



Mateus 25, 31-46

Apresentado pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, o programa Mãe Maria é um tempo dedicado à reflexão e oração, à luz do Evangelho proposto pela liturgia de cada dia. Inspirada no exemplo de Nossa Senhora, a reflexão ilumina a realidade, o caminhar da Igreja e a vida de cada discípulo missionário de Cristo Jesus.
Arquidiocese de Belo Horizonte
 
É bendito aquele que vem vindo, que vem vindo em nome do Senhor; e o reino que vem, seja bendito; ao que vem e a seu reino, o louvor! (Marcos 11,10) 

Evangelho - Mateus 25,31-46 
31 Disse Jesus a seus discípulos: “Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso. 
32 Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 
33 Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 
34 Então o Rei dirá aos que estão à direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo, 35 porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes; 36 nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim’. 
37 Perguntar-lhe-ão os justos: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? 
38 Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? 39 Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?’ 
40 Responderá o Rei: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes’. 
41 Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: ‘Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos. 
42 Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; 43 era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes’. 
44 Também estes lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?’ 45 E ele responderá: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer’. 
46 E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna”. Palavra da Salvação.


domingo, 19 de novembro de 2017

domingo, 29 de outubro de 2017

Prece de Caritas



Deus nosso Pai,
que Sois todo poder e bondade,
dai força àqueles que passam pela provação,
dai luz àqueles que procuram a verdade,
e ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.
.
Deus,
dai ao viajante a estrela Guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.
.
Pai,
dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito, a verdade,
à criança o guia,
ao órfão, o pai.
Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem, e
esperança para aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores,
derramarem por toda à parte a paz, a esperança e a fé.
.
Deus,
um raio, uma faísca do Vosso divino amor pode abrasar a Terra,
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e
todas as lagrimas secarão,
todas as dores acalmar-se-ão.
Um só coração, um só pensamento subirá até Vós,
como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha,
nós Vos esperamos com os braços abertos.
Oh! bondade, Oh! Poder, Oh! beleza, Oh! perfeição,
queremos de alguma sorte merecer Vossa misericórdia.
.
Deus,
Dai-nos a força no progresso de subir até Vós,
Dai-nos a caridade pura,
Dai-nos a fé e a razão,
Dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas
O espelho onde refletirá um dia a Vossa Santíssima imagem.


domingo, 22 de outubro de 2017

VIDA RELIGIOSA: Irmã Maria da Luz (Raízes Franciscana)



VIDA RELIGIOSA: Irmã Maria da Luz (Raízes Franciscana)

A vocação religiosa é assumida por homens e mulheres que foram chamados a ser testemunhas de Jesus Cristo, a ter uma vida radical.

Diocese de Umuarama



domingo, 20 de agosto de 2017

AS BEM AVENTURANÇAS( São Francisco)


Bem-aventurados os que promovem a paz,
porque serão chamados filhos de Deus.
São verdadeiramente promotores da paz os que
em todas as coisas que suportam neste mundo,
pelo amor do Senhor nosso Jesus Cristo,
conservam a paz na alma e no corpo.
.
Bem-aventurados os puros de coração,
porque verão a Deus.
Puros de coração são aqueles que
desprezam as coisas terrenas
e procuram as celestes
e não cessam de adorar
e de ver o Senhor Deus
vivo e verdadeiro
com coração e ânimo puro.
.
Bem-aventurados aquele servo
que não se orgulha do bem
que o Senhor diz e opera por meio dele,
mais do que aquilo que diz e opera
por meio de outros.
Peca o ser humano que quer receber
de seu próximo mais do que aquilo
que quer dar de si ao Senhor Deus.
.
Bem-aventurado o ser humano que
sustenta seu próximo em suas fraquezas
como queria ser sustentado ele próprio,
se estivesse em semelhante situação.


ORAÇÃO PARA CURA FÍSICA


Senhor Jesus creio que estás vivo e ressuscitado. Creio que sempre falas comigo pela Palavra; creio que estás presente realmente no sacramento do altar para me alimentar; creio que respondes as orações de todos os que te buscam de coração.  
 .
Eu te louvo e adoro. Te rendo graças, Senhor, por teres vindo por amor de mim, como Pão vivo descido do céu. Tu és a plenitude da vida, em ti ninguém é esquecido, de ti vem o perdão, a paz e a saúde.  
 .
Visita-me com o teu auxílio, e renova-me com o teu poder. Tem compaixão de mim e abençoa-me em todas as minhas necessidades.  
 .
Cura-me, Senhor Jesus.
Cura-me em meu espírito, dando-me vitória diante do pecado.
Cura-me em minhas emoções, fechando as feridas das minhas mágoas, frustrações, rancores ou ódios...
Cura-me em meu corpo, devolvendo-me a saúde física.  
 .
Hoje, Senhor, te apresento com total confiança a(s) minha (s) doença(s):... (diga o nome da sua(s) doença(s)) e te peço cura-me completamente, como curaste os doentes que te procuravam quando estiveste aqui na terra.  
 .
Eu creio como promete a Palavra: "Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados (1Pdr 2,24)".  
 .
Estou seguro do teu amor por mim, e mesmo antes de ver os resultados da minha oração, eu te digo com fé: Obrigado, Senhor Jesus, pela bênção que já estás derramando em meu favor.



Predição de uma crise de impiedade.


2 Timóteo 3:1-5

Nota bem o seguinte: nos últimos dias haverá um período difícil.  
2 Os homens se tornarão egoístas, avarentos, fanfarrões, soberbos, rebeldes aos pais, ingratos, malvados,3 desalmados, desleais, caluniadores, devassos, cruéis, inimigos dos bons,  traidores, insolentes, cegos de orgulho, amigos dos prazeres e não de Deus, 5 ostentarão a aparência de piedade, mas desdenharão a realidade. 

Dessa gente, afasta-te!  

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

São João Maria Vianney:conhecido por Cura D’Ars


São João Maria Vianney, foi exemplo de santidade e perseverança na construção do caminho da salvação
Com admiração, alegramo-nos com a santidade de vida do patrono de todos os vigários, conhecido por Cura D’Ars. 

São João Maria Vianney nasceu em Dardilly, no ano de 1786, e enfrentou o difícil período em que a França foi abalada pela Revolução Napoleônica.

Camponês de mente rude, proveniente de uma família simples e bem religiosa, percebia desde de cedo sua vocação ao sacerdócio, mas antes de sua consagração, chegou a ser um desertor do exército, pois não conseguia “acertar” o passo com o seu batalhão.

Ele era um cristão íntimo de Jesus Cristo, servo de Maria e de grande vida penitencial, tanto assim que, somente graças à vida de piedade é que conseguiu chegar ao sacerdócio, porque não acompanhava intelectualmente as exigências do estudo do Latim, Filosofia e Teologia da época (curiosamente começou a ler e escrever somente com 18 anos de idade).

João Maria Vianney, ajudado por um antigo e amigo vigário, conseguiu tornar-se sacerdote e aceitou ser pároco na pequena aldeia “pagã”, chamada Ars, onde o povo era dado aos cabarés, vícios, bebedeiras, bailes, trabalhos aos domingos e blasfêmias; tanto assim que suspirou o Santo: “Neste meio, tenho medo até de me perder”. Dentro da lógica da natureza vem o medo; mas da Graça, a coragem. Com o Rosário nas mãos, joelhos dobrados diante do Santíssimo, testemunho de vida, sede pela salvação de todos e enorme disponibilidade para catequizar, o santo não só atende ao povo local como também ao de fora no Sacramento da Reconciliação.

Dessa forma, consumiu-se durante 40 anos por causa dos demais (chegando a permanecer 18 horas dentro de um Confessionário alimentando-se de batata e pão). Portanto, São João Maria Vianney, que viveu até aos 73 anos, tornou-se para o povo não somente exemplo de progresso e construção de uma ferrovia – que servia para a visita dos peregrinos – mas principalmente, e antes de tudo, exemplo de santidade, de dedicação e perseverança na construção do caminho da salvação e progresso do Reino de Deus para uma multidão, pois, como padre teve tudo de homem e ao mesmo tempo tudo de Deus.

São João Maria Vianney, rogai por nós!

https://www.facebook.com/FradesFranciscanosOFM



domingo, 16 de julho de 2017

A armadilha para o celibato dos padres



O sacerdócio católico vive um processo de metamorfose não só no Brasil, mas, no mundo todo. Cada vez mais os sacerdotes são levados a agir como leigos, deixando de lado as práticas de ascese e oração que são a base para bem viver o celibato. A alegação é de que celibato não é mais possível nos tempos atuais e que se trata de algo impossível de se vivenciar.
É um engano demoníaco e mais uma manobra para a protestantização da Igreja Católica, pois, o novo modelo de sacerdote proposto nada mais é que uma cópia do pastor protestante. Este sim um funcionário do povo, cuja vida não se distingue em nada da vida dos seus fiéis. O que se vê, então, é a velha heresia protestante sendo colocada em prática novamente. O Catecismo da Igreja Católica é bem claro ao diferenciar o sacerdócio ministerial do sacerdócio comum dos fiéis:
"O sacerdócio ministerial difere essencialmente do sacerdócio comum dos fiéis porque confere um poder sagrado para o serviço dos fiéis. Os ministros ordenados exercem seu serviço com o povo de Deus por meio do ensinamento (munus docendi: "encargo de ensinar"), do culto divino (munus liturgicum: encargo litúrgico") e do governo pastoral (munus regendi: encargo de governar")." (CIC 1593)
Ora, percebe-se claramente que o sacerdote é um homem escolhido, em tudo diferente do homem comum. O pastor difere-se de suas ovelhas. Sendo assim, ele precisa ter também uma conduta diferenciada. Acerca do celibato, diz o Catecismo que "na Igreja latina, o sacramento da Ordem para o presbiterado normalmente é conferido apenas a candidatos que estão prontos a abraçar livremente o celibato e manifestam publicamente sua vontade de guardá-lo por amor do reino de Deus e do serviço aos homens." (CIC 1599)
Assim, o celibato é uma aliança de amor entre o Deus e os homens por Ele escolhidos. A Igreja, em sua sapiência, fornece os meios para que os homens possam viver de forma adequada esse dom. O Código de Direito Canônico, diz que:
.
"Cân. 276 — § 1. Os clérigos estão obrigados, por motivo peculiar, a tender à santidade na sua vida, uma vez que, consagrados a Deus por novo título na recepção da ordem, são os dispensadores dos mistérios de Deus para o serviço do Seu povo.
.
§ 2. Para poderem adquirir esta perfeição:
1.° antes de mais, desempenhem fiel e esforçadamente os deveres do ministério pastoral;
.
2.° alimentem a sua vida espiritual na dupla mesa da Sagrada Escritura e da Eucaristia; pelo que, os sacerdotes são instantemente convidados a oferecer diariamente o Sacrifício eucarístico, e os diáconos a participar também quotidianamente nessa oblação;
.
3.° os sacerdotes e os diáconos que aspiram ao sacerdócio têm a obrigação de rezar diariamente a liturgia das horas segundo os livros litúrgicos próprios e aprovados; os diáconos permanentes rezam-na na parte determinada pela Conferência episcopal;
.
4.° igualmente têm a obrigação de participar nos exercícios espirituais, segundo as prescrições do direito particular;
.
5.° recomenda-se-lhes que façam regularmente oração mental, se aproximem frequentemente do sacramento da penitência, honrem com particular veneração a Virgem Mãe de Deus e empreguem outros meios de santificação comuns e particulares."
.
Infelizmente, as práticas acima são consideradas ultrapassadas e inadequadas para o novo modelo de sacerdote que está sendo proposto. Deixar de lado estas práticas de oração e ascese e, consequentemente, o celibato, é mais uma armadilha satânica para destruir o que temos de mais sagrado. Recordemos, pois o que diz o Cânon 277, § 1:
.
"Os clérigos têm obrigação de guardar continência perfeita e perpétua pelo Reino dos céus, e portanto estão obrigados ao celibato, que é um dom peculiar de Deus, graças ao qual os ministros sagrados com o coração indiviso mais facilmente podem aderir a Cristo e mais livremente conseguir dedicar-se ao serviço de Deus e dos homens."
.
Que os servos de Deus espelhem-se nos grandes santos sacerdotes da Igreja e possam imitá-los em sua plenitude, por fim, encontrando também o céu com seu rebanho.


12 Mi rialzerai

quarta-feira, 28 de junho de 2017

QUANTO VALE UM SACERDOTE?



QUANTO VALE UM SACERDOTE?
Vós que fostes escolhidos para o dom sacerdotal, com certeza soubesses da sua importância maior entre o Céu e a Terra, honra sua Missão de mostrar aos homens a grandeza da Fé em Jesus Cristo Nosso Senhor levando a LUZ do Seu evangelho...

IMPOSIÇÃO DAS BATINAS




Imposição de Batinas - IVE Brasil

"Este traje nobre e distinto, que é imagem da túnica de Cristo e sinal resplandecente da veste interior da Graça". (São João XXIII).
O negrume da Batina é uma fortíssima admoestação de renúncias, de afastamento das pompas do mundo, da precariedade das coisas terrenas do despojamento do homem velho - do homem do pecado (Cf. Ef 4,22)

Instituto do Verbo Encarnado 


domingo, 25 de junho de 2017

"Hallelujah" - Igreja de São Pedro do Mar, Quarteira



Publicado a 29/03/2016
"Hallelujah" - Igreja de São Pedro do Mar, Quarteira;
Sexta-feira Santa, 25 de Março de 2016.
Final da Via Sacra - Jovens da Paróquia de Quarteira.
Solista: Lígia Pereira.

domingo, 18 de junho de 2017

Maria, Mulher Eucarística

Mãe da eucaristia
Os fiéis são convidados a valorizar e aprofundar o sacramento da Eucaristia, tendo em vista sua importância na vida da Igreja. A Eucaristia é o centro e a raiz de toda a comunidade cristã, a fonte e ápice da existência cristã e de toda a evangelização.
A Eucaristia contém todo o bem espiritual da Igreja, ou seja, o próprio Jesus Cristo, morto e ressuscitado. É “o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar pelos séculos, até seu retorno, o sacrifício da cruz, confiando assim à sua Igreja o memorial de sua morte e ressurreição. É o sinal de unidade, o vínculo da caridade, o banquete pascal, no qual se recebe Cristo, a alma é coberta de graça e é dado o penhor da vida eterna” (Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, no. 271).
Os fiéis devem participar ativamente da Eucaristia e redescobrir seu valor na escola de Maria, a mulher eucarística. “Se quisermos redescobrir toda a riqueza a relação íntima entre a Igreja e a Eucaristia, não podemos esquecer Maria, Mãe e modelo da Igreja” (João Paulo II. Ecclesia de Eucharistia, no. 53).

MARIA E A EUCARISTIA
Os documentos eclesiásticos e a teologia têm abordado a relação entre Maria e a Eucaristia, utilizando dados da fé cristã e do culto marial. Há fecundos e sugestivos textos que aparecem na tradição da Igreja e outros que são publicados hoje.
O Papa João Paulo II, de saudosa memória, entregou-nos a bela Carta Encíclica: “Ecclesia de Eucharistia”, em que aborda Eucaristia e sua relação com a Igreja. Para ele, a Igreja vive da Eucaristia, o sacramento por excelência, que está colocado no centro de sua vida. Presença salvífica de Jesus Cristo, a Eucaristia é o alimento espiritual da Igreja. Ela é o que de mais precioso pode ter a Igreja em sua história. Por isso, a comunidade cristã sempre reservou a cuidadosa atenção para com este legado de Cristo.
No capítulo VI da Carta Encíclica, o Pontífice reflete sobre a temática de Maria e a Eucaristia. De acordo com suas reflexões, Nossa Senhora pode guiar os cristãos para o sacramento da Eucaristia porque tem uma profunda ligação com ele.
O Papa afirma que, na narração da instituição da Eucaristia, não se menciona a presença da Mãe de Jesus, mas sim no Cenáculo, com os apóstolos e os discípulos (At 1,12-14). A partir daí, conclui que ela também não podia deixar de estar presente nas celebrações eucarísticas dos fiéis da primeira geração cristã.

ATITUDE INTERIOR DE MARIA
A relação de Maria com o mistério da Eucaristia está baseada fundamentalmente na sua atitude interior. “Para além de sua participação no banquete eucarístico, pode-se delinear a relação de Maria com a Eucaristia a partir da sua atitude interior. Maria é a mulher ‘eucarística’ na totalidade da sua vida. A Igreja, vendo em Maria o seu modelo, é chamada a imitá-la também na sua relação com este mistério santíssimo” (Ecclesia de Eucharistia, no. 53).
Olhando para a Virgem de Nazaré como exemplo, os devotos são conclamados a meditar e a descobrir sua maneira de relação com o mistério da Eucaristia. Esta relação deve ser bem original, criando e aprofundando um vínculo pessoal e comunitário com Jesus presente na Eucaristia, com seu corpo e seu sangue.
Na sua relação com a Eucaristia, a atitude adequada dos cristãos é aquela de Maria: total abandono ao Senhor. “Se a Eucaristia é um mistério de fé que excede tanto a nossa inteligência que nos obriga ao mais puro abandono à Palavra de Deus, ninguém melhor do que Maria pode servir-nos de apoio de guia nesta atitude de abandono” (Ecclesia de Eucharistia, no. 54).
A atitude de abandono de Maria é evidenciada pela passagem das bodas de Caná (Jo 2,1-12). Nesta cena evangélica os cristãos acolhem o convite que a Mãe de Jesus os faz para obedeceram a seu Filho sem hesitação “Fazei o que ele vos disser” (Jo 2,5). Eles celebram a Eucaristia porque cumprem um mandado de Jesus: “Fazei isto em memória de mim” (Lc 22,19).

FÉ EUCARÍSTICA
A Mãe de Deus praticou a fé eucarística ainda antes de ser instituída a Eucaristia, quando ofereceu o seu ventre virginal para a encarnação do Verbo de Deus. Diante da proposta de Deus para ser a Mãe do Salvador, ela acreditou inteiramente em Deus e deu sua resposta de generosa aceitação, tal como narra a anunciação (Lc 1,26-38). Há “uma profunda analogia entre o fiat pronunciado por Maria, em resposta às palavras do Anjo, e o amém que cada fiel pronuncia quando recebe o corpo do Senhor. A Maria foi-lhe pedido para acreditar que Aquele que ela concebia ‘por obra do Espírito Santo’ era o ‘Filho de Deus’ (cf. Lc 1,30-35). Dando continuidade à fé da Virgem Santa, no mistério eucarístico é-nos pedido para crer que aquele mesmo Jesus, Filho de Deus e Filho de Maria, torna-se presente nos sinais do pão e do vinho com todo o ser humano-divino” (Ecclesia de Eucharistia, no. 55).
Ao aceitar ser a Mãe do Salvador, ela se tornou o primeiro sacrário eucarístico da história. É significativa a cena da visitação (Lc 1,36-45). “Maria, quando leva no seu ventre o Verbo encarnado, de certo modo ela serve de ‘sacrário’ - o primeiro ‘sacrário’ da história -, para que o Filho de Deus, que, ainda invisível aos olhos dos homens, se preste à adoração de Isabel, como que ‘irradiando a luz através dos olhos e da voz de Maria” (Ecclesia de Eucharistia, no. 55). As pessoas de fé são chamadas a contemplar e adorar e testemunhar o Cristo presente na Eucaristia e nos sacrários das igrejas.

DIMENSÃO SACRIFICAL
A Eucaristia torna presente e atual o sacrifício que Jesus Cristo ofereceu ao Pai na cruz, uma vez por todas, em favor da humanidade. A dimensão sacrifical da Eucaristia e a sua relação com a Mãe de Jesus acontecem ao longo de todo a sua existência.
Maria viveu a dimensão sacrifical do mistério eucarístico, desde a anunciação até o calvário. Associada a Jesus, ela o ofereceu na apresentação no templo de Jerusalém (Lc 2,25-45) e no calvário (Jo 19,25-27), oferecendo-se, ao mesmo tempo, a si mesma.
Em cada eucaristia, Jesus Cristo, vivo e ressuscitado, dá aos cristãos a Virgem Maria. “Viver o memorial de Cristo na Eucaristia implica também receber continuamente este dom” (Ecclesia de Eucharistia, no. 57). A Mãe de Deus faz parte dos dons que eles receberam de Jesus na cruz.
Tem perspectiva eucarística o Magnificat (Lc 1,46-55). É o que refere o Papa ao afirmar que, na “Eucaristia, a Igreja une-se plenamente a Cristo e ao seu sacrifício, com o mesmo espírito de Maria” (Ecclesia de Eucharistia, no. 58). 
Como o cântico de Maria, a Eucaristia é também louvor e ação de graças. Os cristãos recebem o dom da Eucaristia, para que a sua vida seja toda ela um hino de louvor e de gratidão a Deus, à semelhança da Mãe de Jesus em seu cântico.

Via A12
http://www.a12.com


domingo, 21 de maio de 2017

PODEROSO TERÇO MARIA PASSA NA FRENTE



CREIO
PAI NOSSO
AVE MARIA
PRIMEIRO MISTÉRIO
- A MÃE INDO NA FRENTE, OS FILHOS ESTÃO PROTEGIDOS E SEGUEM SEUS PASSOS. ELA LEVA TODOS OS FILHOS SOB SUA PROTEÇÃO.
- AVE MARIA
- MARIA PASSA NA FRENTE E VAI ABRINDO ESTRADAS E CAMINHOS, PORTAS E PORTÕES. ABRINDO CASAS E CORAÇÕES. (10X)
.
SEGUNDO MISTÉRIO
- A MÃE INDO NA FRENTE, OS FILHOS ESTÃO PROTEGIDOS E SEGUEM SEUS PASSOS. ELA LEVA TODOS OS FILHOS SOB SUA PROTEÇÃO.
- AVE MARIA
- MARIA PASSA NA FRENTE E RESOLVE AQUILO QUE SOMOS INCAPAZES DE RESOLVER. CUIDA DE TUDO QUE NÃO ESTÁ AO NOSSO ALCANCE. (10X)
.
TERCEIRO MISTÉRIO
- A MÃE INDO NA FRENTE, OS FILHOS ESTÃO PROTEGIDOS E SEGUEM SEUS PASSOS. ELA LEVA TODOS OS FILHOS SOB SUA PROTEÇÃO.
- AVE MARIA
- MÃE, VAI ACALMANDO, SERENANDO, E AMANSANDO OS CORAÇÕES. VAI TERMINANDO COM DIFICULDADES, TRISTEZAS E TENTAÇÕES. (10X)
.
QUARTO MISTÉRIO
- A MÃE INDO NA FRENTE, OS FILHOS ESTÃO PROTEGIDOS E SEGUEM SEUS PASSOS. ELA LEVA TODOS OS FILHOS SOB SUA PROTEÇÃO.
- AVE MARIA
- MARIA, PASSA NA FRENTE E CUIDA DE TOOS OS DETALHES. CUIDA, AJUDA E PROTEGE TODOS OS FILHOS TEUS. (10X)
.
QUINTO MISTÉRIO
- A MÃE INDO NA FRENTE, OS FILHOS ESTÃO PROTEGIDOS E SEGUEM SEUS PASSOS. ELA LEVA TODOS OS FILHOS SOB SUA PROTEÇÃO.
- AVE MARIA
- MARIA, TU ÉS A MÃE E TAMBÉM A PORTEIRA. VAI ABRINDO O CORAÇÃO DAS PESSOAS E AS PORTAS DO NOSSO CAMINHO.
.
SALVE RAINHA

Fonte: Canal Youtube Cezariano Jc


sábado, 13 de maio de 2017

Oração a Nossa Senhora de Fátima

Nossa Senhora de Fátima vos abençoe!

Foto: Imagem Paroquia São João Batista- José Bonifácio-SP  





Santíssima Virgem,
que nos montes de Fátima
vos dignastes revelar aos três pastorinhos 
os tesouros de graças que podemos alcançar, 
rezando o santo rosário, 
ajudai-nos a apreciar sempre mais 
esta santa oração, a fim de que, 
meditando os mistérios da nossa redenção, 
alcancemos as graças que insistentemente 
vos pedimos (pedir a graça).

Ó meu bom Jesus, perdoai-nos, 
livrai-nos do fogo do inferno, 
levai as almas todas para o céu 
e socorrei principalmente 
as que mais precisarem. 

Nossa Senhora do Rosário de Fátima, 
rogai por nós.



terça-feira, 18 de abril de 2017

As Misericórdias do Senhor -- Madre Kelly Patrícia



Louvemos à Divina Misericórdia!!!
Esta música é retirada do livro dos Salmos!!! Belíssima música!!! Santa Faustina sempre cantava este salmo e com ela cantemos as MISERICÓRDIAS DO SENHOR!!!

DISSE JESUS À SANTA FAUSTINA: " QUE TODA ALMA GLORIFIQUE A MINHA BONDADE E MISERICÓRDIA" (D.1056)


domingo, 16 de abril de 2017

PÁSCOA: QUE A ALEGRIA DA RESSURREIÇÃO SEJA A NOSSA FORÇA!



PÁSCOA É PASSAGEM: passagem da morte para a vida e passagem da dor e do sofrimento para a alegria de uma vida nova!
Todos os dias, o católico deve também celebrar a Páscoa quando combate o homem velho do pecado, para se revestir do homem novo, em Cristo!
Todo domingo, revivendo os mistérios pascais na celebração da Eucaristia, deve ser o momento forte da vivência dessa Páscoa que parece não ter fim!
Por isso, vamos nos lembrar das palavras de São Paulo:
“Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!” (2 Cor 5,17).
QUE A ALEGRIA DA RESSURREIÇÃO SEJA A NOSSA FORÇA! FELIZ PÁSCOA, MEUS AMIGOS!

Postagem no Facebook da amiga Fernanda Miguel


CERCO JERICÓ 04 a 10 de Abril/2015: PAROQUIA SÃO JOÃO BATISTA-José Bonifácio-SP



CERCO JERICÓ 04 a 10 de Abril/2017: PAROQUIA SÃO JOÃO BATISTA-José Bonifácio-SP

O QUE É O CERCO DE JERICÓ? Josué cap. 06, 1-5

O Cerco de Jericó é uma campanha de sete dias e sete noites de oração diante de Jesus presente no Santíssimo Sacramento. Sua inspiração mais remota encontra-se no capitulo 6 do livro de Josué. O texto sagrado nos conta que antes de chegar à terra prometida o povo de Israel se viu diante das grandes muralhas de Jericó que o impediam de prosseguir a caminhada. Obedecendo a voz de Deus, Josué, sucessor de Moisés e líder do povo, convidou os Israelitas a orarem durante sete dias e sete noites rodeando as muralhas de Jericó, tendo a frente a Arca da Aliança, sinal da presença de Deus que caminha com seu povo.
.
Josué e os Israelitas acreditaram na promessa divina de que no sétimo dia durante a sétima volta as muralhas cairiam e eles alcançariam a vitória, coisa que de fato aconteceu porque o Senhor é fiel e cumpre suas promessas!
.
Nos nossos dias colocamo-nos diante de JESUS PRESENTE NO SANTÍSSIMO SACRAMENTO e confiantes no poder da oração, pedimos que Ele derrube as muralhas que nos impedem de tomarmos posse de uma vida mais santa e feliz.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Música Sopra em nós - Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo



Música Sopra em nós do Cd Incomparável Deus - Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo - na abertura do Espetáculo Sede de Deus, apresentado no Teatro Paulo Autran no dia 15 de março de 2015.

Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo CMES



sábado, 25 de março de 2017

EU SOU A LUZ DO MUNDO: JESUS CRISTO

Foto: Kleber A. Ribeiro
((Kleber Ribeiro)

                                      Clique na foto para ampliar

Note que nem a mais forte escuridão é capaz de reter um minusculo facho de luz.
E onde está a Luz as trevas do mundo nunca é capaz de penetrar.
( Eu sou a Luz mundo- Jesus Cristo).
Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida. (João 8:12)
PAZ E BEM!

São João 8, 12-30 
12 Falou-lhes outra vez Jesus: Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
13.A isso, os fariseus lhe disseram: Tu dás testemunho de ti mesmo; teu testemunho não é digno de fé.
14.Respondeu-lhes Jesus: Embora eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é digno de fé, porque sei de onde vim e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho nem para onde vou.
15.Vós julgais segundo a aparência; eu não julgo ninguém.
16.E, se julgo, o meu julgamento é conforme a verdade, porque não estou sozinho, mas comigo está o Pai que me enviou.
17.Ora, na vossa lei está escrito: O testemunho de duas pessoas é digno de fé (Dt 19,15).
18.Eu dou testemunho de mim mesmo; e meu Pai, que me enviou, o dá também.
19.Perguntaram-lhe: Onde está teu Pai? Respondeu Jesus: Não conheceis nem a mim nem a meu Pai; se me conhecêsseis, certamente conheceríeis também a meu Pai.
20.Estas palavras proferiu Jesus ensinando no templo, junto aos cofres de esmola. Mas ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora.
21.Jesus disse-lhes: Eu me vou, e procurar-me-eis e morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir.
22.Perguntavam os judeus: Será que ele se vai matar, pois diz: Para onde eu vou, vós não podeis ir?
23.Ele lhes disse: Vós sois cá de baixo, eu sou lá de cima. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo.
24.Por isso vos disse: morrereis no vosso pecado; porque, se não crerdes o que eu sou, morrereis no vosso pecado.
25.Quem és tu?, perguntaram-lhe eles então. Jesus respondeu: Exatamente o que eu vos declaro.
26.Tenho muitas coisas a dizer e a julgar a vosso respeito, mas o que me enviou é verdadeiro e o que dele ouvi eu o digo ao mundo.
27.Eles, porém, não compreenderam que ele lhes falava do Pai.
28.Jesus então lhes disse: Quando tiverdes levantado o Filho do Homem, então conhecereis quem sou e que nada faço de mim mesmo, mas falo do modo como o Pai me ensinou.
29.Aquele que me enviou está comigo; ele não me deixou sozinho, porque faço sempre o que é do seu agrado.
30.Tendo proferido essas palavras, muitos creram nele.